ENGLISH VERSION
Poker Stars NoIQ Poker

Monday, October 1, 2007

4 Redes em Análise

As diversas salas de Poker apresentam grandes diferenças entre si a diversos níveis. Neste artigo, quatro redes são analisadas no que diz respeito à qualidade das mesas, à estrutura do rake e às políticas de deals/rakeback...


UPDATE: Entretanto, após a edição deste artigo, já está disponível Rakeback na Pacific.


As 4 redes em análise são a Full-Tilt, a iPoker, a Pacific e a Prima. Para os Deals/Rakeback foram considerados 27% na Full-Tilt, 42% na NoIQ (ipoker), um valor variável na Pacific (cash-out dos pontos) e 30+29% na Battlefield Poker (Prima). As mesas analisadas dizem respeito a Fixed Limit. Para obter alguns destes deals consultar o post seguinte ou a secção de Rakeback agora no antzpoker.com.

Para além dos aspectos já citados ainda haveria que destacar as diferenças de tráfego (neste capítulo, a vantagem é clara para a Full-Tilt, seguindo-se a iPoker e por fim a Pacific e Prima a um nível semelhante) e as diferenças na qualidade e características do software (neste capítulo o melhor é provavelmente a Full-Tilt, seguindo-se a Pacific na versão antiga sensivelmente a par da iPoker e por fim o da Battlefield) e ainda a compatibilidade com as aplicações como o PT, o HUD ou o datamining (em todas elas é possível executar estas tarefas, ainda que por vezes com recurso a programas extra e nem sempre com o mesmo grau de eficiência). Não farei aqui uma análise exaustiva a esses factores, pelo que fica apenas esta referência superficial.

(clicar no gráfico para visualizar)


Ao nível da qualidade das mesas, a Pacific destaca-se claramente pelas mesas mais loose em todos os stakes e por potes médios entre os mais altos. Em segundo lugar surge a rede Prima e por fim, a rede iPoker e a Full-Tilt que se encontram entre os sites menos atractivos neste aspecto (poderão analisar os resultados com maior detalhe e para os diversos stakes nos dois primeiros gráficos).


A estrutura do Rake apresenta diferenças muito significativas entre as casas (existe uma certa tendência para assumir que o rake é semelhante ou que não tem grandes implicações, no entanto é um factor determinante e onde se registam diferenças bem significativas). As casas que apresentam piores políticas de rake são claramente a Pacific e a iPoker (ver terceiro gráfico). A um nível intermédio encontra-se a rede Prima, destacando-se neste aspeto a Full-Tilt por apresentar o rake mais amigo do utilizador. O gráfico apresenta o rake médio representado em % do Pote.


A estrutura do Rake deverá ser conjugada com os deals de rakeback (ou outros semelhantes) para avaliar qual a casa mais vantajosa. O último gráfico apresenta o custo em BB/100 que representa para o jogador em cada caso (ou seja, os deals de rakeback já estão descontados neste gráfico):

> A Pacific tem uma péssima política de rakeback, limitando-se a um sistema de cash-out de pontos que não significa mais de 1 a 5% do rake, conforme os stakes. O custo de jogar nestas mesas é elevadíssimo, sendo compensado pela qualidade das mesas, claramente as melhores.

> A iPoker (aqui considerando a NoIQ e um rakeback de 42%, trata-se de um valor a título de exemplo e algo optimista, não é garantido que cheguem a este patamar) tem vindo a apresentar programas muito atractivos mas a verdade é que o valor está a ser cobrado nas mesas em adiantado. O que estão a oferecer aos jogadores está a ser cobrado nas mesas e mesmo descontando estes excelentes deals, é neste grupo a segunda menos vantajosa. Acresce que as mesas não são muito interessantes e têm vindo a piorar (quase por certo porque estes programas têm atraído muitos jogadores intensivos e/ou que jogam «especificamente» para o rake, as races, etc).

> A Full-Tilt oferece «apenas» 27% de rakeback mas também cobra bastante menos nas mesas. Na verdade, acaba por ser das mesas mais atractivas com um custo em BB/100 bastante baixo. Tem como desvantagem o facto das mesas não serem muito atractivas e como vantagem o enorme tráfego.

> A Prima (aqui considerando a Battlefield com um rakeback total de 60%) apresenta um rake relativamente simpático nas mesas e com o extraordinário rakeback transforma-a nas mesas mais baratas deste comparativo. As mesas são relativamente interessantes nos diversos stakes permitindo um bom compromisso entre estes dois aspectos em análise, tão determinantes para o winrate possível.

(clicar no gráfico para visualizar)


Os gráficos apresentados são o resultado de um datamining de cerca de 300 mil mãos realizado nos últimos dias (poderei vir a actualizar o gráfico com uma amostra maior). Praticamente todos os stakes apresentam mais de 5 mil mãos. Só foram contabilizadas mãos com 5 ou 6 jogadores na mesa activos.

No próximo post irei disponibilizar rakebacks para diversas casas, incluindo o deal de 60% de rakeback para a Battlefield (rede Prima) e o de 27% de rakeback para a Full Tilt.


Uma nota final: não foram considerados bonus de primeiro depósito para nenhum dos sites em análise. Também não foram consideradas promoções específicas dos sites como troca de pontos para entrada em free-rolls, promoções mensais ou diárias como as existentes na Pacific ou as races da iPoker. São promoções muito específicas, que só alguns jogadores retirarão real benefício, com um interesse relativo e difíceis de medir e comparar.


Artigos Relacionados:
Deals de Rakeback
Políticas de Bonus/Rakeback

.

Labels:

1 Comments:

At October 12, 2007 at 12:15 PM , Blogger Luis Sousa Reis said...

gostei bastante da tua analise! keep doing nice posts ;)

abraço
flyerr

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home